12 COISAS HORRÍVEIS QUE AS BACTÉRIAS PODEM FAZER COM O SEU CORPO





DIARREIA INTENSA – Provocada pela bactéria Vibrio cholerae, a cólera é uma doença cuja maior característica é uma diarreia persistente e debilitante. Ela pode ainda provocar dores, náuseas, hipotermia e taquicardia. Nos casos mais graves, o paciente pode apresentar rápida perda de peso. A cólera é transmitida principalmente através da ingestão de água contaminada.

DOR AO URINAR – Ardor e dor ao urinar podem ser causadas pela bactéria Neisseria gonorrheae, o agente da gonorreia. Transmitida através de relações sexuais, a gonorreia provoca inflamação, infecção e saída de secreção purulenta pela uretra. Enquanto nos homens ela causa sintomas mais aparentes, nas mulheres pode ser assintomática.

DOR NAS PERNAS – Causada pela bactéria do gênero Leptospira, a leptospirose leva aos seguintes sintomas: febre, náuseas, vômitos, diarreia, tosse, calafrios, olhos vermelhos, dores de cabeça e dores musculares localizadas – com mais frequência nas pernas. Ela é causada pela urina de ratos, que penetra na pele da pessoa através de ferimentos. Surtos de tuberculose ocorrem durante enchentes, quando as populações afetadas têm contato com água suja.

ASFIXIA – A Corynebacterium diphtheridae é a bactéria transmissora da difteria, uma doença que leva os pacientes a apresentarem sintomas como febre, inflamação e dor de garganta, dificuldade de engolir, gânglios linfáticos inchados e cansaço. A asfixia ocorre no agravamento da moléstia, podendo levar o paciente à morte. A difteria é transmitida por contato direto com doentes ou portadores assintomáticos através de secreções nasais. As principais vítimas são os idosos e as crianças.

INTOLERÂNCIA À LUZ – Esse sintoma é típico de doenças como a meningite, uma infecção da membrana que reveste o cérebro. A meningite pode ser causada por vírus, fungos ou bactérias (dos tipos pneumococos, meningococos e hemófilos). Outros sintomas são dor de cabeça, rigidez na nuca, confusão mental, vômitos e febre alta. A meningite (ou meningites, lembrando que existem diversos tipos) é transmitida de pessoa para pessoa.

VISÃO DUPLA – Além da visão dupla, o botulismo provoca fotofobia (intolerância à luz), sensação de boca seca, tontura, dificuldade para urinar, fraqueza muscular e, caso ocorra um agravamento da doença, paralisia dos músculos respiratórios. Ele é causado pelo Clostridium botulinum, um agente bacteriano presente em alimentos contaminados. É por isso que os profissionais de saúde costumam recomendar maior cuidado na compra de palmito, milho, ervilha e outros tipos de alimentos enlatados.

INFECÇÃO DO SANGUE – A salmonelose é uma doença provocada diversos tipos de bactérias do gênero Salmonela. Ela causa diarreia e dor abdominal intensa, requerendo internação em alguns casos. A forma mais grave da doença ocorre quando o agente infeccioso contamina o sangue, podendo levar o paciente à morte. As salmonelas são transmitidas por carnes e ovos mal-passados.

VÔMITOS SANGUÍNEOS – Transmitido por animais infectados, o antraz provoca bolhas na pele que se transformam em úlceras (feridas), diarreia, infecção pulmonar e vômitos com bastante sangue. O agente causador é o Bacillus anthracis, uma bactéria que já foi utilizada como arma biológica. O exército dos Estados Unidos costuma vacinar os seus soldados contra ataques com antraz. Se o agente infeccioso for inalado, a probabilidade de morte é de 100%.

MANCHAS NA PALMA DA MÃO – Falta de apetite, febre, náuseas, dores de cabeça e dores musculares podem ser sintomas de diversas doenças. Mas se vierem acompanhados de pequenas manchas/erupções avermelhadas pelo corpo (inclusive na palma da mão e planta do pé), podem ser sinal de febre maculosa. Ocorrem muitas vezes pequenas hemorragias nessas erupções. O causador da doença é a bactéria Rickwttsia rickettsie e o transmissor é o carrapato-estrela, presente em capivaras e cavalos. A febre maculosa é também chamada de febre do carrapato.

DECOMPOSIÇÃO DA PELE – A decomposição de partes do corpo é um dos sintomas mais graves da peste bubônica, ou peste negra. Ela foi responsável por uma das maiores epidemias da história, que matou milhões de europeus durante a Idade Média. Transmitida por picadas de pulgas, a Yersinia pestis é a bactéria causadora da doença. Os sintomas surgem de dois a cinco dias após a contaminação, e incluem inchaço dos gânglios linfáticos, manchas negras pelo corpo (daí o nome peste negra), calafrios, náuseas, fraqueza, dores de cabeça e confusão mental.

DEFORMAÇÕES NO CORPO – Popularmente chamada de lepra, a hanseníase (ou mal de Hansen), é uma doença com sintomas como surgimento de manchas esbranquiçadas em certas partes do corpo, além de formigamento e incapacidade de diferenciar o frio e o quente nos locais afetados. A pessoa contaminada pode apresentar falta de suor e inchaços nas mãos e pés. Pode também apresentar deformações em mãos, pés, glúteos e rosto, levando os médicos a muitas vezes amputarem os dedos. A hanseníase é provocada pela bactéria Mycobacterium leprae. A transmissão ocorre por meio das vias respiratórias – secreções nasais, tosses e espirros.

CARNE DEVORADA – As infecções de pele e músculo são causadas por uma grande variedade de bactérias, muitas necrotizantes. A Streptococcus pyogenesdo grupo A, por exemplo, devora de tal forma a carne da pessoa contaminada que os médicos são forçados a amputar os membros atingidos. Ela causa a fasceite necrotizante, uma moléstia cujos primeiros sintomas são febre, diarreia, sede intensa e fraqueza. Bolhas, inchaço e manchas escuras na pele são sinais de que a doença está evoluindo. Se não receber os cuidados necessários a tempo, o paciente pode morrer. Felizmente, esse tipo de infecção é bastante raro.

Foto acima: cultura da bactéria transmissora do antraz.

Fontes: Wikipédia, Mega Curioso, ABC da Saúde, Drauziovarella.com, Globo.com.


Comentários!: