CURIOSIDADES E SEGREDOS DOS CAMINHOS DE SANTIAGO





Santiago de Compostela é uma cidade do noroeste da Espanha, mais precisamente da região da Galícia e província de La Coruña.

 

Além do espanhol, os habitantes da Galícia falam o galego, a língua latina com maior semelhança com o português.

 

Além de Santiago de Compostela, as principais cidades galegas são Pontevedra, Vigo e Corunha. A mais populosa é Corunha, com cerca de 210 000 habitantes.

 

Santiago de Compostela é um dos mais importantes centros de peregrinação cristã do mundo, depois de Jerusalém e Roma.

 

A catedral de Santiago de Compostela foi erguida no local onde foram encontradas as relíquias de São Thiago, que segundo a tradição, teria sido um dos 12 apóstolos de Jesus.

 

Essa catedral foi construída entre os anos de 1 075 e 1 128 em estilo românico. Segundo a tradição, São Thiago teria sido morto em Jerusalém e seus restos transportados para a Galícia, onde repousam atualmente.

 

Não existe apenas um, mas diversos caminhos que levam a Santiago. O mais popular é o Caminho Francês, que começa nos Pirineus (cadeia de montanhas entra França e Espanha) e atravessa as províncias espanholas de Navarra, La Rioja, Aragão, Leão e Castela e Galícia.

 

O certificado de peregrinação concedido pela Igreja Católica é chamado de compostela ou compostelana. Para recebê-lo, o peregrino deve percorrer pelo menos os últimos 100 quilômetro a pé ou 200 quilômetros de bicicleta.

 

O trajeto é inteiramente sinalizado com setas amarelas pintadas em placas, paredes e pedras. Elas foram criadas entre as décadas de 1 950 e 1 980 e orientam até os peregrinos que fazem o Caminho sem mapa.

 

Os anos com maior número de peregrinos no Caminho são os chamados Anos Compostelanos, quando o dia de São Thiago (celebrado em 25 de julho) cai num domingo.

 

Os períodos mais procurados para a peregrinação são os meses de maio e junho e setembro a novembro.

 

Escrito por Paulo Coelho, o livro Diário de um Mago foi inspirado numa peregrinação de três meses a Santiago de Compostela feita pelo escritor durante a década de 1 980.

 

Fontes: Wikipédia, Viaja Aqui, National Geographic Brasil, O Estado de S. Paulo.


Comentários!: