15 PEQUENAS CURIOSIDADES SOBRE UM GRANDE DINO: O TIRANOSSAURO





Os primeiros fósseis do Tiranossaurus rex foram descobertos nos Estados Unidos, no ano de 1 900. A maioria dos achados são fragmentos de ossos. Chamado de Sue, o mais bem conservado exemplar contém 80% dos ossos.

 

Os tiranossauros viveram no período Cretáceo superior, entre 70 a 65 milhões de anos. Habitavam as florestas e pântanos da América do Norte.

 

O tiranossauro possuía 6,5 metros de altura e 12 comprimento. As fêmeas eram maiores do que os machos. Detalhe: ele era menor do que o espinossauro, que chegava a incríveis 7 metros de altura.

 

Em contraste com as pernas grossas e musculosas, ele tinha braços pequenos e curtos com apenas dois dedos.

 

A cabeça media em torno 1,5 metro e pesava 10 toneladas.

 

Com formato cônico, os dentes do tiranossauro mediam 25 centímetros cada um. Ele possuía em torno de 60 dentes.

 

Acredita-se que a sua mordida tinha uma pressão de 6 toneladas. Só para efeito de comparação, a mordida de um moderno crocodilo do Mississipi possui 965 quilos de pressão.

 

Rasgava a carne de suas vítimas e, sem maiores dificuldades, engolia os pedaços junto com os ossos.

 

Ele era capaz de engolir 250 quilos de carne numa única mordida. Acredite se quiser, mas isso equivale a meia vaca ou dois humanos obesos.

 

A cavidade olfativa era extremamente grande, permitindo ao animal sentir o cheiro de cadáveres a longas distâncias.

 

A cada postura, a fêmea punha de 10 a 20 ovos, que não eram chocados, mas enterrados. É provável que ela mantivesse vigilância constante sobre o ninho para evitar a ação de carnívoros larápios.

 

Quando chegavam aos 16 anos, os filhotes cresciam de maneira vertiginosa. Dos 6 metros de comprimento, eles passavam para assustadores 13 metros.

 

O maior coprólito (fóssil de fezes) de um tiranossauro encontrado até hoje pesa 7 quilos.

 

Apesar dos dentes grandes, ainda não se sabe se ele era um caçador. Alguns cientistas desconfiam que tenha sido carniceiro.

 

Existem também dúvidas sobre a capacidade de correr desses grandes répteis. Muitos estudiosos concordam que ele podia correr em torno de 50 quilômetros por hora. O problema é que tratava-se de um animal de grande porte, o que leva alguns supor que ele não era capaz de correr muito.

 

O parente vivo mais próximo do tiranossauro é o frango.

 

Fontes: Wikipédia, Superinteressante, Mundo Estranho, Veja.


Comentários!: