18 CURIOSIDADES SOBRE A VIDA E A BRILHANTE CARREIRA DE CARMEN MIRANDA





Carmen não era brasileira de nascimento. Ela nasceu na cidade portuguesa de Marco de Canaveses e ainda pequena veio morar com a família no Rio de Janeiro.

 

Seu nome completo era Maria do Carmo Miranda da Cunha.

 

Seu primeiro emprego foi numa loja de gravatas, em seguida numa chapelaria.

 

Sua primeira gravação foi o samba Não Vá Sim’bora” e primeiro grande sucesso foi a marchinha Taí (Pra Você Gostar de Mim).

 

Ela tinha apenas 1,52 metro de altura. Aliás, foi por isso que ganhou o apelido de “A Pequena Notável”.

 

Além de “A Pequena Notável”, Carmen também foi chamada de “Embaixatriz do Samba” e “Brazilian Bombshell” (este último por norte-americanos encantados com sua desenvoltura e talento).

 

Carmen foi uma das primeiras artistas multimídias do Brasil. Além de cantar, ela dançava e atuava. Chegou a trabalhar no rádio, televisão e cinema.

 

Foi a primeira artista a assinar um contrato com uma emissora de rádio, enquanto a maioria recebia apenas cachê.

 

Carmen apareceu caracterizada de baiana pela primeira vez no filme Banana da Terra, de 1939. Consta que Carmen teria interpretado música como O Que é Que a Baiana Tem?, que ajudou a projetar a carreira de Dorival Caymmi. Infelizmente, não sobrou nenhuma cópia desse filme.

 

O primeiro filme nos Estados Unidos foi Serenata Tropical (Down Argentine Way), de 1940. Um ponto interessante: como o título em inglês sugere, grande parte das cenas foram filmadas na Argentina.

 

Sua fama foi tamanha nos Estados Unidos, que ela chegou a aparecer numa animação da Disney. Também foi caricaturada em desenhos como Tom & Jerry, Popeye e Looney Tunes (imagine o Patolino como Carmen Miranda).

 

Ainda sobre sua fama entre os norte-americanos. Ela foi eleita a terceira personalidade mais popular e a mulher mais bem paga dos Estados Unidos na época. Chegou a se apresentar com seu grupo Bando da Lua para o presidente Franklin Roosevelt na Casa Branca.

 

Um dos seus maiores amigos nas terras do Tio Sam foi o ator Cesar Romero, que mais tarde se tornou mundialmente conhecido por interpretar o vilão Coringa no seriado clássico Batman.

 

Carmen tinha sido convidada para estrelar uma comédia nos moldes de I Love Lucy, que nunca chegou a ser gravada porque o pior aconteceu: ela foi encontrada morta em sua mansão em Beverly Hills, Califórnia. Carmen faleceu em virtude de problemas cardíacos.

 

O velório no Rio de Janeiro foi acompanhado por mais de 60 mil pessoas e o cortejo fúnebre por cerca de 500 mil. Dizem que havia tanta gente no enterro que muito túmulos do cemitério São João Batista foram danificados.

 

Carmen é até hoje a única artista sul-americana a ter uma estrela gravada na Calçada da Fama, em Los Angeles.

 

Uma quadra da famosa Hollywood Boulevard, em Los Angeles, foi batizada com o nome da cantora. A Carmen Miranda Square fica quase em frente ao Teatro Chinês, um dos principais pontos turísticos da cidade.

 

Carmen foi uma das personalidades brasileiras homenageadas durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, quando foi interpretada pela cantora Roberta Sá.

 

Fontes: Wikipédia, M de Mulher, O Globo, UOL.

 

 


Comentários!: