18 NOVAS CURIOSIDADES SOBRE A ESPANHA





Com um PIB de 1,4 trilhão de dólares, a Espanha é a quinta maior economia da Europa e a décima-primeira do mundo.

Barcelona é a capital e a maior cidade da região da Catalunha. Nem todo sabem, por isso, vai  aí uma informação adicional: a Catalunha (ou Catalunya) é como se fosse outro país dentro da Espanha, com cultura e língua próprias. Além de Barcelona, as principais cidades da Catalunha são Terragona, Lérica e Girona. Possui governo autônomo e Parlamento próprio.

Outra região da Espanha com cultura e língua próprias é o País Basco. Os bascos são um grupo étnico muito antigo. Consta que já habitavam a região antes mesmo da dominação romana. A língua basca, então, é extremamente peculiar e não pertence a nenhum grupo linguísticos europeu (latino, germano, eslavo…). Aliás…

Você sabia que uma pequena área do País Basco faz parte do território francês? Portanto, existem bascos espanhóis e franceses.

O nome da província da Andaluzia vêm de Al-Andaluz, nome que os árabes muçulmanos deram à Península Ibérica.

A cidade espanhola de Toledo foi fundada pelos visigodos e conquistadas pelos árabes, que a transformaram num importante centro da cultura moura na Península Ibérica.

Localizado na região de Granada, o complexo palaciano de Alhambra (“a vermelha”, em árabe), é um dos maiores monumentos da época da arquitetura muçulmana na Espanha. Seus arabescos, colunas e chafarizes atraem anualmente milhões de turistas.

A cidade de Valência é uma das mais antigas da Espanha. Existem registros de sua existência no século II a.C.. Por causa de seus parques e jardins, Valência é conhecida como “a cidade das flores”. Outro grande atrativo são as festas religiosas como a Festa das Cruzes, Festa de Santo Antão, Festa de São José e as Festas Juninas.

Outra grande atração de Valência é o Museu de Touradas, uma instituição totalmente dedicada ao passatempo predileto de boa parte da população espanhola: as touradas.

Você sabe o que é Tomatina. É uma celebração em que as pessoas jogam tomate uma nas outras (ou seja, uma verdadeira guerra do tomate)? A Tomatina acontece sempre na última quarta-feira de agosto na cidade de Buñuol, Província de Valência.

Por falar em festa, a mais famosa é a de San Fermín (São Firmino), que acontece na cidade basca de Pamplona. A atividade mais esperada pelos moradores e turistas é o “encierro”, uma corrida de touros onde muita gente (mas muita mesmo!!) sai machucada.

O maior clássico do futebol mundial envolve dois dos maiores times espanhóis: Real Madrid e Barcelona. Estima-se que cada partida seja assistida por, no mínimo, 100 milhões de pessoas.

Por falar nisso, você sabia que, juntos, os elencos atuais de Real Madrid e Barcelona valem 1 bilhão de euros? (dados de 2 011)

A culinária espanhola é uma das mais variadas da Europa. Os pratos mais populares variam de região para região. Mas, existem dois alimentos que não podem faltar nas mesas locais: o azeite e o vinho.

Um dos produtos mais consumidos na Espanha (e fácil de encontrar em qualquer mercado), é o jamón – presunto produzido com a pata traseira do porco.

A paella é, sem dúvida, o prato espanhol mais conhecido. Consiste num risoto com frutos do mar. Como surgiu na região de Valência, é conhecido em Portugal como arroz à valenciana.

Não existe tira-gosto mais espanhol (e mais valorizado) do que os tapas. É engano pensar que tapas são pratos ou aperitivos específicos. Tapas são simplesmente o nome que os espanhóis deram ao nosso conhecido tira-gosto. O nome tapa vem do verbo tapar, e surgiu durante a Idade Média, quando os copos de vinho eram servidos com uma fatia de presunto, queijo ou morcela por cima.

Espanhóis famosos: Federico Garcia Lorca (poeta), Enrique Iglesias (cantor), Miguel de Cervantes (escritor), Diego Velázquez (pintor), Antonio Banderas (ator), Pablo Picasso (pintor), Salvador Dali (pintor), Pedro Almodóvar (cineasta), Javier Barden (ator), Antonio Gaudi (arquiteto), Penélope Cruz (atriz), Lope de Vega (dramaturgo), José Ortega y Gasset (filósofo), Luis Buñuel (cineasta), Julio Iglesias (cantor), Santiago Calatrava (arquiteto), José Carreras (tenor), Joan Miró (pintor), Pablo Casals (músico), Alexandro Sanz (cantor), Francisco Goya (pintor), Carlos Saura (cineasta), Pedro Calderón de La Barca (dramaturgo), Marisa Paredes (atriz), Plácido Domingo (tenor).


Comentários!: