35 INFORMAÇÕES CURIOSAS E BIZARRICES SOBRE OS REFRIGERANTES





O refrigerante com gás foi inventado na Inglaterra no século XVII. A primeira indústria de refrigerantes, no entanto, só surgiria nos Estados Unidos da América cem anos depois – por volta de 1 870.

 

O farmacêutico John Styth Pemberton gastou apenas 74 dólares para criar a fórmula da Coca-Cola, em 1 886. A Coca-Cola teve prejuízo em seu primeiro ano de operação, período em que vendeu apenas nove copos por dia.

 

A Coca-Cola só começou a ser vendida em lata de alumínio em 1 955, ou seja, quase 70 anos depois da sua criação.

 

Depois dos Estados Unidos, os primeiros países a comercializarem a Coca-Cola foram Canadá, México e Cuba. Anos mais tarde, o refrigerante foi proibido pelo regime cubano de Fidel Castro.

 

A Coca-Cola é vendida em mais de 200 países, sendo líder de vendas na maioria deles.

 

A cada 10 segundos, 126 mil pessoas tomam algum produto da Coca-Cola.

 

São consumidos 1,4 bilhão de copos de Coca-Cola todos os dias no mundo inteiro. E pensar que eram apenas nove copos no início.

 

Quantas garrafas são vendidas por dia? Acredite, são 900 milhões de garrafas vendidas diariamente.

A Fanta foi criada na Alemanha na época da Segunda Guerra Mundial. Surgiu para substituir a Coca-Cola, cujos ingredientes estavam em falta. O primeiro sabor foi o de malte. A conhecida e difundida Fanta laranja só surgiu 14 anos depois, em 1 955.

 

Os únicos sabores da Fanta conhecidos pelos brasileiros são os de laranja, uva, maça verde e maracujá. Até há alguns anos atrás, eram comercializadas as Fantas limão e guaraná. A Fanta sabor maçã chegou a ser lançada no país, mas teve as vendas suspensas por causa da baixa aceitação.

 

Existem ao redor do mundo os mais variados sabores de Fanta: melão (comercializada em Israel), morango (Estados Unidos), cassis (Nova Zelândia), laranja com chocolate (Austrália), iogurte (a japonesa “Fanta Moo Moo White”) e leite (Hong Kong). São, acredite, 92 sabores diferentes.

 

A Pepsi foi criada nos Estados Unidos em 1 898 por Caleb Bradham. Ela começou a ser vendida como digestivo e estimulante.

 

A Pepsi chegou ao Brasil mais ou menos na mesma época que a Coca-Cola, na década de 1 940.

 

A Pepsi vendeu um único produto durante 65 anos: o próprio refrigerante Pepsi. Só mais tarde foram lançadas a Pepsi Light, Pepsi Twist…

 

O logotipo da Pepsi foi durante 50 anos parecido com o da Coca-Cola.

 

A Pepsi era um dos refrigerantes mais vendidos na antiga União Soviética. Aliás, a Pepsi foi uma das poucas empresas norte-americanas presentes no antigo bloco comunista.

 

A empresa multinacional Pepsico é proprietária das marcas Pepsi, Quaker, Toddy, Coqueiro, Gatorade, Lipton, Elma Chips, Kero Coco e Mabel (fabricante de biscoitos).

 

O refrigerante de guaraná da marca Antarctica existe desde 1 921.

 

A matéria-prima do guaraná Antarctica – quer dizer, a própria fruta guaraná – sempre foi produzida na região de Maués, no estado do Amazonas.

 

A marca Guaraná Antarctica começou a se internacionalizar no final dos anos 80, quando passou a ser vendida nos Estados Unidos, Portugal, Japão e China. Hoje, ela está presente em mais de 20 países.

 

O refrigerante de tutti-fruti do tipo tubaína nasceu na cidade paulista de Jundiaí. Hoje, existem inúmeras marcas de tubaína no mercado.

 

A marca de refrigerantes Cini (fabricados pela Hugo Cini Bebidas, de São José dos Pinhais) é muito popular no estado do Paraná. Além do Cini Cola, Cini Limão e Cini Guaraná, a marca possui refrigerantes nos sabores abacaxi, framboesa e gengibre.

 

Refrigerante de gengibre? Fabricado pela Cini no Paraná, o GengiBirra pode ter um sabor estranho para a maioria dos brasileiros, mas não para os habitantes de alguns países. Os refrigerantes à base de gengibre são até comuns. A famosa marca de águas e refrigerantes Schweppes vende uma bebida de gengibre, a Schweppes Ginger Ale, nos Estados Unidos, Canadá e Europa.

 

Refrigerantes de abacaxi são vendidos em estados como São Paulo (da marca Convenção), Paraná (Cini) e Minas Gerais (Frutti), entre outros. Detalhe: são todos de marcas regionais.

 

Fabricado em Blumenau (SC) pela empresa Thomsen, o Thom é um refrigerante no sabor laranjinha, uma fruta – que é mais ácida do que a laranja comum – bastante conhecida no sul do país.

 

Já ouviu falar no guaraná Jesus? Fabricado no Maranhão, o guaraná Jesus é muito popular nas regiões Nordeste e Norte do país. Detalhe: é um refrigerante rosa.

 

E no Inca Kola, você já ouviu falar? O Inca Kola é um refrigerante do tipo cola vendido nos países andinos.

 

No Oriente Médio e em vários países de população islâmica, a moda é beber o Meca Cola.

 

Também vendido nos Estados Unidos, o Pibb é um refrigerante sabor canela.

 

Os refrigerantes de sabor baunilha (chamada também de vanilla) são populares em países como os Estados Unidos. Tanto a Coca-Cola quanto a Pepsi vendem produtos com baunilha.

 

Nessa você nunca ouviu falar: vendido nos Estados Unidos, o Canna Cola é um refrigerante sabor cola que leva maconha nos ingredientes.

 

Outro refrigerante bizarro é a Pepsi Cucumber, uma bebida lançada no Japão com sabor de pepino.

 

Essa é mais estranha ainda: o Eel Soda é um refrigerante oriental com sabor (blaaargh!!) frutos do mar.

 

E que tal um refrigerante sabor água de salada? Pois é, o Water Salad Coke (fabricante: Coca-Cola) é uma bebida japonesa com gosto daquela águinha que sempre sobra no fundo da saladeira.

 

O Buffalo Wings é um refrigerante no bizarro sabor frango frito. Se quiser experimentar outro sabor, a fabricante Lester´s Fixin oferece também bebidas nos sabores manteiga de amendoim, torta de abóbora e milho doce.

 

Mas nada como o Gau Jal, uma bebida vendida na Índia no estranho e bizarro sabor de urina de vaca – animal considerado sagrado pelos hindus.

 


Comentários!: